Vitória sobre o CAB Madeira

27-11-2023

Nova vitória em casa e registo em 4-2!

O FC Barreirense / Auto Bela Rosa levou de vencida a equipa do CAB Madeira por 86-81, em encontro da 6.ª jornada da 1.ª fase da Proliga.
27 novembro 2023, 11h59

Após uma primeira parte bem conseguida, em que a equipa do FC Barreirense chegou a dispôr duma diferença de 20 pontos, a segunda metade do jogo foi mais dividida e a vitória barreirense só surgiu no último minuto de jogo. 

Com ambas as equipas a apresentarem-se empatadas na classificação da Proliga, as equipa vinham de resultados distintos. O FC Barreirense havia ganho in extremis na 5ª jornada, enquanto que o CAB Madeira tinha sido derrotado em casa.  Da forma como a primeira parte do jogo ia decorrendo, ninguém suponha a incerteza no marcador que o final do jogo traria. Houve que arregaçar as mangas e no final a vitória ficou em casa: o FC Barreirense / Auto Bela Rosa venceu por 86-71 e isolou-se no 2º lugar da classificação.

O equilíbrio no marcador a seguir à entrada em jogo foi breve e, após o empate a 14-14 aos 5.30m, não mais a equipa barreirense permitiu à equipa da ilha da Madeira aproximar-se no resultado, exceto nos instantes finais do jogo. Na luta das tabelas o Barreirense também ia dominando e, não se estranhava o marcador no final do 1º período de jogo, quando a diferença já era de 10 pontos (26-16). 

A entrada no 2º quarto foi a continuidade da parte final dos primeiros 10 minutos: Muito acerto no ataque, com boas escolhas de lançamento e a diferença ia abrindo. Com cerca de 5 minutos decorridos a diferença já era de 20 pontos (46-26), o que foi permitindo alguma rotação na equipa, sem que o CAB conseguisse aproximar-se muito no marcador. A nível individual, Ty Perry chegava ao final do período já nas duas dezenas de pontos e, ao intervalo, o marcador indicava 50-38, após um parcial de 24-22

Após o intervalo, o CAB Madeira entrou um pouco melhor, conseguia ser mais eficaz na defesa ao melhor marcador do FC Barreirense, mas continuava a não conseguir aproximar-se. Sempre que a barreira dos 10 pontos era quebrada, ocorria nova reação da equipa barreirense e a diferença voltava a abrir. No final do 3º quarto, o marcador registava ainda mostrava uma diferença considerável 71-58 (parcial de 21-20) e os adeptos, presentes em muito bom número, não acreditavam que a vitória final estivesse em causa. 

Contudo, começa a ser recorrente que as vitórias ocorrem com sofrimento. O último período trouxe para campo um FC Barreirense muito irregular, com vários turnovers, piores escolhas de lançamento e a equipa madeirense, fruto de grande eficácia da linha de 3 pontos, ia conseguindo encurtar distâncias. Com menos de 5 minutos decorridos, o resultado estava já extremamente equilibrado (71-68). 

Obviamente que, este aproximar no resultado também era a consequência duma maior agressividade defensiva dos madeirenses, que iam avolumando faltas e que iam permitindo ao Barreirense manter a ligeira vantagem, desta vez a partir da linha de lance livre.  A 4 minutos do final e, após novo turnover, o CAB Madeira convertia um triplo e colocava o resultado em 74-74, empate que se viria a repetir aos 79-79, a escassos 1.30m do final.  

No ataque Ty Perry voltava a desempatar com a conversão de 2 pontos e, agora com turnover dos madeirenses, seguido de falta a 47 segundos do final, Ty Perry ia para a linha de lance livre. Apesar de falhar ambas as tentativas, Opong Bramble ganha o ressalto e coloca a diferença em 4 pontos (83-79), a que se somaram mais 2 pontos em contra-ataque rápido, agora convertido por Afonso Coelho (85-79). A vitória já não podia escapar. 

Nos últimos 30 segundos, ambas as equipas ainda marcaram pontos e, apesar do parcial favorável aos madeirenses (15-23), no final o marcador registou 86-81. Estava conseguida a 4ª vitória na Proliga!

No final, Ty Perry foi o melhor pontuador do FC Barreirense com 31 pontos marcados e, na luta das tabelas o destaque foi para Evan Maxwell com 10 ressaltos ganhos. Destaque ainda para Opong Bramble (22 pontos e 8 ressaltos) e Afonso Coelho (13 pontos).

Novamente, não podemos fechar a crónica sem destacar os muitos adeptos barreirenses presentes! Continuamos a ver nas bancadas cachecóis e camisolas do FC Barreirense e, desta vez, a ouvir-se ainda gritar em uníssono "Barreirense"! 

Na próxima jornada (7ª desta fase e última da 1ª volta), a equipa do FC Barreirense / Auto Bela Rosa irá deslocar-se ao Pavilhão Fidelidade, para enfrentar o Benfica Sub23.  Desafiamos os barreirenses a acompanharem a equipa a Lisboa, ajudando-a uma vez mais.


FC Barreirense / Auto Bela Rosa - CAB Madeira

Cinco Inicial

Afonso Coelho, Ty Perry, André Silva Opong Bramble e Evan Maxwell

Suplentes

Pedro Fernandes, Pedro Costa, Pedro Santos, Tomás Silva, Guilherme Paixão, Tiago Raimundo,
e Tomás Cabrita

1º Quarto

24-16

2º Quarto

50-38

3º Quarto

71-58

4º Quarto

86-81

Pontos Marcados

Afonso Coelho (13), Ty Perry (31), Opong Bramble (22), Evan Maxwell (9),
Pedro Costa (6) e Tomás Silva (5)